Brasil troca com a Coreia do Norte café por computadores e celulares.

Segundos dados da ONU, o Brasil foi, no ano de 2016, o 8º país que mais comprou produtos vindos da Coreia do Norte. Durante o período, o comércio bilateral totalizou R$ 37,996 milhões.

Em 2016, o Brasil exportou à Coreia do Norte R$ 6,333 milhões em produtos, segundo dados do Ministério da Indústria. O café torrado (47% do total) foi o principal item vendido, seguido por fumo, couros e peles, além de carne bovina desossada e congelada. Do lado das importações, o Brasil comprou cerca de R$ 31,663 milhões dos norte-coreanos, em sua maioria computadores e placas de memória digital (41% do total).

Golpistas aplicam sanções contra a Coreia Popular.

Na Assembléia-Geral da ONU, em Nova York, ocorrida na semana passada, o ministro golpista das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira, disse que o Brasil aplicará sanções contra a Coreia do Norte e deverão afetar o comércio entre os países. Aloysio Nunes teve reuniões com representantes do Japão e manifestou a posição do Governo Golpista de condenação aos testes com mísseis.

De volta ao Passado. Participação do setor de transformação industrial no Produto Interno Bruto cai aos índices de 1910.

O Brasil está se desindustrializando. A participação da indústria de transformação no Produto Interno Bruto (PIB), que já foi de 21,6% em 1985, despencou em 30 anos, e atingiu 8% no ano de 2016, mesmo patamar de 1910.

Fontes:

ftp://ftp.ibge.gov.br/Contas_Nacionais/Contas_Nacionais_Trimestrais/Fasciculo_Indicadores_IBGE/pib-vol-val_201604caderno.pdf

http://www.valor.com.br/brasil/5129234/brasil-anuncia-reducao-do-comercio-com-coreia-do-norte

Anúncios