Americano "torturado" na Coréia do Norte não foi torturado

Depois de servir como pretexto para as ameaças feitas por Donald Trump na Assembléia Geral da ONU em setembro desde ano, foi provado que Otto Warmbier, o norte-americano preso por um ano e meio na Coréia (“do Norte”) Popular, diferente do que a grande mídia afirmava com seu discurso inflamado, não foi torturado.

Segundo o laudo médico divulgado pelo jornal New York Post, seu corpo não apresenta sinais de tortura e seus dentes – que segundo seu pai, Fred Warmbier, haviam sido destruídos; estavam naturais e em bom estado. Foi provado também que a falta de oxigenação que teria levado Otto ao coma e posteriormente à morte não ocorreu durante sua estadia na República Popular Democrática da Coréia, mas muito antes de sua visita. A versão originalmente apresentada ao mundo dizia que a falta de oxigenação foi ocorrida durante as longas sessões de tortura enfrentadas por Otto.

Cresce a lista de falsos relatos de dissidentes norte-coreanos

Com a crescente demanda por histórias mirabolantes que justifiquem para os olhos da opinião pública a massiva presença ianque na Coréia do Sul, um mercado informal de contos de desertores da parte norte da península tem ganhado espaço. Uma hora de entrevista com um norte-coreano custava, em 2014, em média 200 dólares, e quanto mais detalhes e piores os requintes de crueldade, mais bem pagos eles são. Com isso, uma lista com nome de norte-coreanos dissidentes com relatos altamente contraditórios e falsos vem crescendo.

Apesar de pouco divulgado, é recorrente que após algum tempo – e depois da mentira ter ganho as primeiras capas de tabloides ao redor do mundo, algum relato venha a ser desmentido, ora por uma breve análise do relato, ora pelo próprio narrador que vai a público confessar suas distorções e exageros. Nomes como Yeomni Park, cujo emocionante falso relato é amplamente compartilhado pela mídia mainstream, e Shin Dong-hyuk, o qual desventura inspirou a criação do best-seller mundial Fuga do Campo 14, estão presentes nessa lista.