Brasil é o terceiro país do mundo com maior número de crianças trabalhando

Para grande parte das crianças brasileiras, o dia das crianças foi mais um dia na luta pela sobrevivência. O Brasil é o terceiro país do mundo com maior número de crianças trabalhando. São mais de 2,7 milhões de crianças entre 5 e 17 anos (fonte IBGE). Elas estão em subempregos tais como: empregadas domésticas, ambulantes e prostituição. Sendo que 44% destes jovens estão em situação de pobreza extrema.

Temos 84,5% de crianças fora das creches que mais claramente se aproxima a quase 11 milhões de desfavorecidos, pois pouco ou quase nenhuma políticas públicas são destinada à elas.

Ao contrário das críticas, uma das pouquíssimas políticas efetivas foi o Bolsa Família que diminuiu 36% a evasão escolar e 86% a fome no Brasil. Não bastando a falta de investimento na educação, último dado do mapa da violência mostra que cerca de 10.520 crianças morrem no país por ano de maneira violenta e a cada mil crianças nascidas 18 morrem por mortalidade infantil. Estes dados deixam claro que não investimos bem em nosso futuro, as crianças brasileiras.

RETRATO DAS CRIANÇAS DO BRASIL

– O Brasil tem 61,4 milhões de crianças e adolescentes (de 0 a 19 anos);

– Cerca de três quartos das crianças de 0 a 3 anos não tem acesso a creches;

– Embora a taxa de escolaridade líquida no ensino fundamental seja alta (96%), só 56% dos adolescentes no ensino médio estão matriculados na série correspondente à sua idade;

– 1 em cada 5 mães tem menos de 19 anos no Brasil;

– 44% das crianças entre 0 e 14 anos encontram-se em situação de pobreza; e 17%, em situação de extrema pobreza;

– Mais de 2,7 milhões de crianças e adolescentes (entre 5 e 17 anos) estão em situação de trabalho infantil;

– 19% dos homicídios no País são praticados contra crianças e adolescentes, 80% deles com armas de fogo;

– Quase 188 mil crianças apresentam peso baixo, e 69 mil apresentam peso muito baixo para sua idade, segundo dados do Ministério da Saúde;

– Mais de meio milhão de crianças estão obesas

Crianças no Brasil

Anúncios