Governo do Reino Unido compra o Governo Golpista Temer para entregar o Petróleo brasileiro as petroleiras britânicas e norte-americanas, denuncia imprensa inglesa.

No último domingo, dia 19 de novembro, o jornal britânico The Guardian (um dos maiores jornais do mundo) denunciou que o Governo do Reino Unido, através do Ministro do Comércio Greg Hands, fez lobby (prática quando empresas privadas corrompem o poder público para obter vantagens) bem sucedido com o Governo Golpista de Michel Temer. O objetivo do lobby era defender os interesses das empresas petrolíferas britânicas e norte-americanas British Petroleum (BP), Shell, Exxon e Premier Oil, com a aprovação de exoneração fiscal e tributária, de leis contra os direitos trabalhistas e ambientais brasileiros, da nova lei de partilha (De autoria do Senador do PSDB José Serra) e entrega de campos do Pré-Sal através de leilões. Tudo está documentado através de um telegrama diplomático obtido pelo Greenpeace.

De acordo com o documento, em março desse ano, o Ministro Britânico Greg Hands viajou ao Rio de Janeiro, Belo Horizonte e São Paulo para conhecer de perto o “foco pesado” do petróleo e gás, para exercer pressão ao Governo Golpista Temer e dar apoio às empresas britânicas de energia, mineração e água a ganhar negócios no Brasil. O Ministro Greg Hands se encontrou com o secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Paulo Pedrosa, para debater os interesses das empresas britânicas no Brasil, em questões de “tributação e licenciamento ambiental”. Paulo Pedrosa foi conselheiro da Equatorial Energia e da Light. No documento Paulo afirma ter pressionando o governo golpista para atender às demandas das empresas britânicas.

No dia 27 de outubro, o Governo Golpista promoveu o leilão de 6 campos de petróleo no Pré-Sal por um valor de 6,15 bilhões, onde as empresas estrangeiras citadas foram as maiores beneficiadas. De acordo com estudo realizado pela Consultoria Legislativa e de Orçamento da Câmara dos Deputados, o Brasil irá perder R$ 1 trilhão em renuncia fiscal dada pelo Governo golpista as empresas estrangeiras.

DESDE 2009 O GOLPISTA SERRA ESTAVA “MILITANDO” PARA AS PETROLEIRAS ESTRANGEIRAS

Nesse sentido, em novembro de 2016, o golpista José Serra propôs a lei que revoga a participação obrigatória da Petrobras na exploração do petróleo do Pré-Sal. A nova lei buscava acelerar os leilões do Pré-Sal colocando em risco a soberania nacional e prejudicando a Petrobras. Ainda em 2009, o WikiLeaks denunciou que José Serra estava “militando” para os interesses das petroleiras para mudar as regras do pré-sal.

O documento diz: Deixa esses caras [do PT] fazerem o que eles quiserem. As rodadas de licitações não vão acontecer, e aí nós vamos mostrar a todos que o modelo antigo funcionava… E nós mudaremos de volta”, teria dito Serra a Patricia Pradal, diretora de Desenvolvimento de Negócios e Relações com o Governo da petroleira norte-americana Chevron, segundo relato de telegrama diplomático dos EUA, de dezembro de 2009, obtido pelo site WikiLeaks.

PARA LAVA-JATO, SE NÃO É DENÚNCIA CONTRA O LULA NÃO VEM AO CASO…

Nessa mesma semana, o empresário Alejandro Buzarco, em processo tramitado nos Estados Unidos, denunciou que a Rede Globo (e outras empresas de TV) pagou propina à FIFA para obter exclusividade em contratos de transmissão do campeonato de futebol. Essa notícia foi capa dos principais jornais do mundo. Porém, o Ministério Público brasileiro, a Lava-jato, a Procuradora Geral Raquel Dodge e os Ministros do STF, não fizeram qualquer esforço para sequer investigar essas denúncias.

Estes fatos comprovam que o judiciário brasileiro é sócio de todas as medidas entreguistas do Governo Golpista. Em 2014, foi a Operação golpista Lava-jato, que em nome do suposto combate a corrupção, atacou a Petrobras, perseguindo seu corpo técnico, revogando investimentos e operações da empresa, ferindo a reputação da Petrobras diante da sociedade brasileira e atacando seu patrimônio. Fica evidente que tais ações da Lava-jato foram premeditadas para enfraquecer a Petrobras e favorecer as empresas estrangeiras. Não só a Lava-jato não resolveu nenhum problema de corrupção, como abriu caminho para um Golpe de Estado que entrega o nosso Pré-Sal no maior crime de lesa-pátria da história.

Essa cruzada moralista da “campanha contra a corrupção” encabeçada pela Rede Globo, Lava Jato, MP e STF se comprovou uma completa fraude. Os mesmos setores golpistas que derrubaram o Governo Dilma, são cúmplices de um projeto de poder que visa devastar os direitos do povo brasileiro e transformar o Brasil em uma colônia dos EUA.

Nesse sábado, o Senador da República Roberto Requião (PMDB/PR) denunciou: “Para os ingleses é o melhor negócio na história do mundo, para nós mais um desastres desse governo entreguista (…) Negociar com este governo que aí está é melhor do que vender cocaína. Mas que saibam os ingleses. Vocês fizeram receptação de roubo. Em 2018, um governo democrático, popular e nacionalista irá anular essas medidas”, afirmou o Senador.

Os trabalhadores brasileiros, todos aqueles democratas, verdadeiros patriotas e progressistas dessa nação devem estar atentos e mobilizados contra toda essa tragédia promovida pelo golpe. No Pré-Sal encontramos as riquezas necessárias para retomada do crescimento do país em favor da classe trabalhadora e da geração de emprego. Devemos exigir a revogação do golpe e de todas as suas medidas anti-populares e anti-nacionais.

O Pré-Sal é nosso!

Anúncios