Operação Zelotes: Lula perseguido e Brasil retaliado pelos EUA

A operação golpista Zelotes, no âmbito das investigações sobre a FAB no projeto F-X2, decide denunciar, sem provas, o ex-presidente Lula.

O Ministério Público Federal e a Polícia Federal em brasília, por convicção, denúncia o ex-presidente Lula, por tráfico de influência. A acusação parte de suposto crime cometido nas negociações do governo brasileiro e a empresa sueca Saab, que resultou na compra de 36 caças Gripen pela Força Aérea Brasileira (FAB)¹.

Fernando Henrique Cardoso: projeto F-X da FAB

No segundo semestre de 2001, o Comando da Aeronáutica abriu licitação para compra de aeronaves. A medida integra o Plano de fortalecimento do controle do espaço aéreo brasileiro com um custo de US$ 700 milhões. No entanto, o ex-presidente FHC dava preferência no acordo sem licitação com a Embraer². Em 2002, o ex-ministro da defesa, Geraldo Quintão, havia convencido o ex-presidente FHC para manter o processo de licitação aos fabricantes estrangeiros.

Luiz Inácio Lula da Silva: projeto F-X2 da FAB

No início de 2003, o Governo Lula suspende a licitação do projeto F-X e alega prioridade para o programa Fome Zero. Em 2005, a FAB anuncia o fim da licitação. 6 anos depois, Brasil-Rússia, no âmbito da cooperação na área de defesa entre as duas nações integrantes dos Brics – além de China, Índia e África do Sul- incluiu a criação de grupos de trabalho nas áreas de defesa cibernética e defesa espacial. Em razão disso, a empresa russa fabricante do Sukhoi T-50 toma a dianteira, propõe a aquisição e transferência de tecnologia dos caças de 5ª geração.

Obama visita o Brasil, vaza espionagem norte-americana

Em 2011, o ex-presidente norte americano, Barack Obama adverte Dilma Rousseff para compra de caça F-18 de fabricação da Boeing3. As relações bilaterais entre os dois países se agravaram e a presidente Dilma exigiu explicações após espionagem vazar na imprensa. Segundo documentos apresentados pelo Wikileaks4, a Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos iniciou um programa de espionagem contra a presidente Dilma Rousseff e mais 29 membros do Governo, incluindo os ex-ministros da Casa Civil – Antônio Palocci, e das Relações Exteriores Luiz Alberto. A presidente era grampeada mesmo quando estava em viagem. O telefone via satélite instalado no avião presidencial, o Airbus Força Aérea 1, de fabricação da Boeing, era espionado pela NSA.

Governo Dilma reinaugura o programa F-X2

Desde 2001, as três finalistas na Licitação, a empresa Boeing, fabricante do F-18, a concorrente do jato Rafale, fabricado pela francesa Dassault e a sueca Saab aguardam decisão, até que em 2013, o Ministro da Defesa – Celso Amorim declara vencedora a fabricante do caça Gripen.

Acusação da operação Zelotes

Na acusação que sustenta a operação golpista Zelotes, coloca Lula como interessado direto na compra dos caças Gripen. A força-tarefa cita visitas e cartas de empresários da Saab, e viagens internacionais de Lula e Dilma para sustentar a peça de acusação. Destaque para as declarações, ao MPF, do Brigadeiro Juniti Saito, ex-comandante da Força Aérea Brasileira (FAB) entre 2007 e 2015, a inocentou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de qualquer participação na compra de 36 aviões caça Gripen, da empresa sueca Saab; em depoimento ao juiz Vallisney Oliveira, Saito disse que a compra do Gripen NG foi uma “decisão técnica do comando da Aeronáutica”; ele cita as “melhores condições de transferir tecnologia” e mais baixo custeio das aeronaves ao longo de 30 anos.

Vale lembrar que em janeiro de 2010, a mídia golpista noticiava que o ex-presidente Lula dava preferência à empresa francesa Dassault, fabricante do caça Rafale. Segundo a Revista Veja5: Lula vai ignorar Aeronáutica na escolha dos caças, Jornal O Globo6: FAB defende compra de caça sueco e lista como última opção aquisição de Rafale preferido de…(em alusão ao ex-presidente Lula e o ex-ministro da Defesa Nelson Jobim), Folha de São Paulo7: Contrariando Lula e Jobim, FAB opta por caças suecos.

Lula perseguido e Brasil retaliado pelos EUA

Fica evidente que o ex-presidente Lula sofre perseguição política por não ter se submetido as ordens da Casa Branca. A ingerência norte americana que buscou durante todo esse processo obstruir o desenvolvimento do programa de defesa aeroespacial brasileiro, e tanto nas ações de espionagem, quanto na intervenção direta do ex-presidente Barack Obama após ser contrariado pela cooperação Brasil-Rússia nos Brics.

fontes:

1- http://www.fab.mil.br/noticias/tag/PROJETO_FX-2

2-http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,deputado-quer-que-embraer-produza-avioes-caca,20010804p32941

3- http://br.reuters.com/article/domesticNews/idBRSPE72KJOE20110320

4-https://www.cartacapital.com.br/revista/857/os-alvos-do-tio-sam-9756.html

5-http://veja.abril.com.br/brasil/lula-vai-ignorar-aeronautica-na-escolha-dos-cacas/#

6-https://oglobo.globo.com/politica/fab-defende-compra-de-caca-sueco-lista-como-ultima-opcao-aquisicao-de-rafale-preferido-de-3073717

7- http://www1.folha.uol.com.br/fsp/brasil/fc0501201002.htm

Anúncios