NÃO USEM NOSSOS FILHOS NESSA GUERRA!

As mães brasileiras devem estar em alerta sobre as ameaças contra os jovens brasileiros. Hoje temos um governo capacho que faz tudo o que os Estados Unidos mandam, entrega o nosso Pré-Sal a preço de banana, vende a Embraer, não garante emprego, educação, saúde e futuro para nosso jovens. Esse governo golpista assumiu uma missão dada por John Bolton, Secretário do Trump: usar os nossos filhos para uma guerra contra a Venezuela.

Foi amplamente divulgado na imprensa internacional que o governo brasileiro, “eleito” na fraude eleitoral, em conluio com o governo narcoterrorista da Colômbia e os Estados Unidos, está no comando de um plano para assassinar o Presidente democraticamente eleito da Venezuela, o senhor Nicolás Maduro, invadir o país e instaurar um governo pau-mandado dos Estados Unidos. O fato é mais preocupante quando o governo golpista do Capitão do Exército não desmentiu a notícia, pelo contrário, o Vice Presidente confirmou o plano para derrubar o presidente Maduro e invadir o país com o pretexto de uma “intervenção humanitária”.

Para agravar ainda mais a situação, na última quinta-feira (dia 17/01), o eterno Deputado Jair e o Ministro fascista das Relações Exteriores se reuniram com golpistas e traidores venezuelanos para planejar a derrubada do governo. O resultado foi a divulgação de uma nota asquerosa do Itamaraty que caluniou o governo venezuelano. O Capitão defensor da Ditadura de 1964 disse que fará de tudo para derrubar o chavismo.

A velha desculpa de “ajuda humanitária” surge novamente para esconder os reais interesses econômicos e políticos do imperialismo norte-americano. Devemos recordar que em 2011, a “intervenções humanitárias” foi usada como pretexto para invadir a Líbia. O resultado dessa “ação humanitária” foi catastrófico para o povo líbio. Hoje, a Líbia não existe mais enquanto Estado Nação. Seu território foi dividido em diversos pedaços que são controlados por mais de 1 500 milícias distintas e organizações terroristas, tais como: o Estado Islâmico e Al-Qaeda, segundo relatório da ONU. Esses grupos terroristas e milícias mantêm o controle sob diversas cidades e instalações petrolíferas no país. O país está dominado por máfias dedicadas a todo tipo de contrabando, tráficos e crimes. Relatório da ONU sublinha que a generalidade das milícias continuam a cometer graves violações dos direitos do homem com total impunidade. Foram divulgadas imagens aterradoras de mercados de escravos na Líbia e o país passa pela mais grave crise de refugiados da história.

Na Venezuela os resultados podem ser piores que os provocados na Líbia. Caso ocorra a invasão anunciada pelo governo fantoche do Brasil, a situação da violência na América Latina será agravada com a explosão do trafico e circulação de armas. O único que vai se beneficiar dessa guerra será a indústria de Armas dos Estados Unidos e a Ditadura de Israel.

Os oficiais e analistas militares do Brasil e Colômbia reconhecem que a Venezuela tem plena capacidade de se defender. Hoje, a Venezuela possui o sistema antimíssil e antiaéreo mais poderoso da América Latina, deixando para trás todos os países da região. Esse fato impede utilização de bombardeios. Isso faz com que o Brasil e a Colômbia desenvolvam uma guerra por terra, invadindo pela selva, enfrentando o Exército Venezuelano bem equipado e motivado na defesa de seu país. Será uma campanha extremamente desgastante para o Brasil, com inúmeras baixas, em especial de jovens pobres da periferia das grandes cidades despreparados com as hostilidades de um conflito em selva. Uma guerra impossível de ter vencedores.

Em um passado recente, durante os governos de Lula e Dilma, as notícias para nossos jovens eram outras. Os jovens brasileiros estavam ingressando na universidade através do REUNE e PROUNE, garantindo seu curso técnico com a criação de 288 institutos federais, seu primeiro emprego quando foram gerados mais de 10 milhões de empregos. Em 2014, antes do golpe começar, a taxa de desemprego era de apenas 4,5%, 5 anos depois, com o golpe, temos 14 milhoes de desempregados. Hoje, esse governo golpista não tem nada mais a oferecer ao povo que não seja morte, fome e ideologia venenosa.

Caso o governo Maduro seja derrubado a alternativa de poder a ele não é a oposição venezuelana encastelada na Assembleia Nacional, o espaço político deixado será ocupado por grupos milicianos e organizações criminosas da América Latina, em especial o PCC, que já possuem enorme força no Brasil e na Colômbia.

Todos em Alerta e mobilizados contra as ameaças de guerra do governo do capitão, pois a defesa do governo Maduro é a única garantia de paz aqui e na Venezuela!

Anúncios

4 comentários

  1. Estou muito triste com esta perspectiva de invasão`a Venezuela.Está parecendo a mesma estratégia sempre usada pelo “Tio Sam”:causar o caos para dominar.Não devemos apoiar tal evento.A informação é a melhor arma!

    Curtido por 2 pessoas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s