União Africana declara total apoio ao Presidente Maduro

Enquanto a direita golpista festeja a decisão já esperada da União Européia em reconhecimento do governo golpista na Venezuela, a África reafirma seu compromisso com a paz, soberania e autodeterminação dos povos ao defender Maduro.

A União Africana, que reúne 55 países no continente, comunicou ao Ministério das Relações Exteriores da Venezuela, onde a União Africana havia expressado seu apoio ao Presidente Nicolás Maduro em meio da tentativa de golpe no país.

“O vicepresidente da União Africana, Thomas Kwesi Quartey, enviou uma mensagem de solidariedade com o povo da Venezuela e seu apoio ao presidente constitucional Nicolás Maduro, escreveu o ministério em twitter na quarta feira.

A mensagem foi entregue as autoridades Venezuelanas através do embaixador do país na Etiópia, afirmou o Ministério.

Relação Africa e Venezuela:

As relações diplomáticas da Venezuela e das nações africanas ganharam força depois da chegada ao poder do comandante Hugo Chávez em 1999, que potenciou a cooperação para criar oportunidades de crescimento e desenvolvimento para a América Latina e a África. A Venezuela se orgulha de ser o único país do mundo que tem relação com os 55 países da Africa.

O número de acordos de cooperação assinados, principalmente nas áreas energética, agricultura, mineração, saúde e educação, passaram de 30 acordos (em 1999) para mais de 400 acordos (em 2018).

Em 2017, o superávit entre Africa e Venezuela foi de U$ 483, 3 milhões. Seus principais clientes africanos são Nigéria, Marrocos, Etiópia e Africa do Sul, Enquanto seus principais fornecedores africanos são a Africa do Sul e Marrocos.

Movimentos sociais africanos declaram apoio ao Presidente democraticamente eleito Maduro.

Essa semana, mais de 200 Partido políticos, movimentos sociais e movimentos sindicais em toda África vem enviando mensagens de apoio ao povo Venezuelano e ao Presidente Maduro.

Tais organizações entregaram para a representação diplomática Venezuelana na África a seguinte declaração:

  1. Declaramos Nossa solidariedade ilimitada com o povo da Venezuela e seu governo sob a liderança de Nicolás Maduro Moro, o legítimo presidente da Venezuela;
  2. Condenamos a intervenção imperialista nos assuntos internos da Venezuela sob a liderança dos Estados Unidos da América e suas tentativas de se opor a vontade da classe operária e sua eleição livre;
  3. Fazemos o chamado a comunidade internacional progressista e os amantes da liberdade em para solidarizar-se com o Presidente Maduro em apoio aos princípios de democracia, soberania nacional e autodeterminação.



Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s