Solidariedade: Maduro apoia a liberdade do Presidente Lula

Na cerimônia da Assembleia Internacional dos Povos, realizada em Caracas, Capital da Venezuela, entre os dias 24 e 27 de fevereiro, o líder do MST – Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, João Pedro Stedile, entregou uma faixa onde está escrito “Lula preso político”, ao presidente democraticamente eleito da Venezuela, Nicolás Maduro.

Stedile afirmou em seu discurso, “Lula não está preso, Lula está sequestrado pelo capital internacional, que precisou tirá-lo do processo eleitoral brasileiro para apoderar-se do pré-sal”.

O líder do MST transmitiu uma mensagem do presidente Lula, onde ele enviava um abraço fraterno ao Presidente Maduro e a todo povo Venezuelano, nesse momento difícil que seu país é atacado pelo Imperialismo.

No mesmo dia, o Presidente Lula escreveu uma carta onde denunciava o criminoso bloqueio imposto de forma ilegal contra o povo da Venezuela e rendia solidariedade à revolução bolivariana. O presidente Lula também declarou: “Não podemos permitir a submissão do Brasil aos EUA. Não podemos entregar o Brasil ao Imperialismo, lutar pela soberania é demonstração de patriotismo e dignidade, é só copiar o orgulho do povo do Vietnã, e ganharemos qualquer guerra”, disse.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s