Quinta-colunista Ciro Gomes cruza a linha e ataca Gleisi Hoffmann.

Em entrevista concedida ao Valor— jornal esse que foi seu maior apoiador durante o período pré-eleitoral, o golpista “de esquerda”, resolveu atacar a presidente do Partido dos Trabalhadores, Gleisi Hoffmann, sem escrúpulos e sem nenhuma mediação. E o faz poucas horas depois de ter dito ao Globo que o PT deveria se aproximar do PDT para “conter os danos” do saque à previdência. Para que fique registrado: o aristocrata da família Gomes pede união com o PT, mas não é para barrar a reforma da previdência. E o faz ao mesmo tempo que ataca frontalmente o Partido dos Trabalhadores e suas lideranças.

O oportunista resolveu dar a largada e se apresentar como a “alternativa” [i]moral ao Partido dos Trabalhadores na esperança de assumir uma nova junta golpista em uma eventual nova queda. Ciro resolveu agir ao ver a gradual degradação do governo Bolsonaro que teve na madrugada desta terça (12) um vizinho do presidente eleito na fraude preso por suspeita de ser o assassino da vereadora e militante negra, Marielle Franco. Esse sujeito não tem o menor interesse no povo brasileiro.

Esse quinta-coluna age exatamente como manda a cartilha do golpismo nos marcos da guerra híbrida, divulgando um grande volume de informações desconexas e contraditórias, afim de confundir o povo e disso tirar algum proveito.

Na entrevista, o oligarca popstar “acusa” Gleisi de ser “chefe da quadrilha do PT”, ressuscitando a tese que pede a cassação da legenda do Partido dos Trabalhadores, sem sequer citar uma única prova ou indício. Esse mentiroso realmente acha que consegue destruir o Partido dos Trabalhadores? O político profissional ainda provoca: “Se quiserem me processar, já estou acostumado. Estou falando a verdade. Não vale me processar por dano moral. Me processe por calúnia que tenho direito a demonstrar. É só tirar certidões das acusações do Ministério Público.” A função do infiltrado é sempre atravancar as atividades da organização e dividir o campo, exatamente como já é o modus operandi do representante da família Gomes.

Ciro também acusa a presidente Dilma pela situação ao final de seu governo, fingindo não saber que todas as propostas para a recuperação econômica foram barradas pelo boicote golpista do eixo parlamentar Cunha-PSDB.

A presidente Gleisi respondeu aos ataques do coroné pelo Twitter:

Além dos ataques ao PT, depois de atacar e pedir a queda do presidente Maduro — e dizer que seu governo está podre, o golpista dá mais um giro e diz que Guaidó é um agente da CIA. Ou se está com o Maduro, ou com a CIA, o que Ciro pretende e fingir que não está com ninguém, típico de um oportunista. Na mesma lógica, em uma versão adaptada da Doutrina Monroe, o golpista que chamou a China [e a Rússia] de “agentes estranhos” e nunca incluiu os BRICS nas suas falas, agora “chora as pitangas” e culpa o governo eleito na fraude pelas perda do mercado chinês. O oligarca popstar só cava mais fundo seu suicídio político e cada vez mostra mais claramente que é um agente de confusão.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s