Luz é restabelecida horas depois de novo ataque elétrico.

Na segunda-feira, dia 25 de março, outro ataque elétrico causou apagão que afetou a capital venezuelana, Caracas, e grande parte do país. Em poucas horas o serviço de eletricidade foi restaurado e esperam chegar a cem por cento da capacidade elétrica nas próximas horas.

O vice-presidente setorial de Comunicação, Turismo e Cultura, Jorge Rodríguez, denunciou o ataque as máquinas da usina hidrelétrica de Guri. Cabos de transmissão foram sabotados e algumas subestações atacadas com armas eletromagnéticas.

Apesar das semelhanças com a sabotagem de 7 de março, onde quase toda a Venezuela sofreu um grande apagão que durou vários dias em algumas regiões, dessa vez, por conta da experiência e preparação o ataque elétrico foi repelido em questão de horas.

O governo apontou os EUA, e os grupos da extrema direita venezuelana, como responsáveis por promover o cibernético e elétrico. O objetivo era atacar a população para gerar tumultos e poder tomar o poder e roubar todos os recursos que pertencem aos venezuelanos e venezuelanos.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s