Golpe à vista. Senado dos EUA aprova resolução contra a reeleição de Evo.

O Senado dos Estados Unidos aprovou uma resolução na quarta-feira, 10 de abril, condenando a reeleição do Presidente Evo Morales, para as eleições 2019. Essa medida intervencionista ocorre justamente no dia que Benjamin Netanyahu foi eleito para o quinto mandato, mostrando a hipocrisia e a dupla moral do imperialismo norte-americano.

O Senado dos EUA encaminhará resolução similar para ser aprovada pela OEA – Organização dos Estados Americanos. Estão construindo uma narrativa para o golpe de Estado na Bolívia como ocorreu na Venezuela: Não reconhecer as eleições como legítimas, apoiar um governo paralelo fantoche e posteriormente um golpe de Estado ou até mesmo a fragmentação do território boliviano.

A resolução já foi rechaçada pelo Governo boliviano. O Vice-Presidente da nação, Álvaro García Linera disse aos senadores dos EUA que “Não se entrometam nos assuntos internos da Bolívia e que se dediquem aos seus problemas internos”.

O Presidente Evo Morales também se manifestou. Evo afirmou que os Estados Unidos não tem moral para criticar os direitos humanos na América Latina e convidou os senadores norte-americanos para participarem das eleições, em outubro, para o povo boliviano dar uma aula de soberania e democracia.

Anúncios

Um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s