Dirceu não vai ficar para trás!

Primeiro preso político do projeto golpista para o Brasil, José Dirceu tem rodado o país em liberdade reconhecidamente provisória por ele próprio. Ontem (16), o juiz golpista Luiz Antônio Bonat do TRF4 emitiu novo pedido de prisão. Dirceu deve se entregar à PF até às 16h de hoje (17) para cumprimento imeditado da pena de 8 anos e 4 meses por corrupção passiva e lavagem de dinheiro — os mesmos supostos crimes de Lula.

Sua nova condenação se dá por uma suposta fraude em contratos com uma empresa fornecedora da Petrobras, a Apolo Tubulars. Essa empresa brasileira fabrica e as tubulações para extrair petróleo em águas profundas da camada do pré sal. Essa é a segunda condenação sem provas de crime de Dirceu no âmbito da Lava Jato, e só mais uma das várias condenações da operação que só fez promover ataques à soberania econômica brasileira.

Dirceu foi condenado na primeira vez pelo então ministro do STF, Joaquim Barbosa, no âmbito do “mensalão”. Hoje já se avalia que a operação jurídico-midiática foi a primeira pretensão golpista, mas que falhou por não haver a correlação de forças suficientes para forçar uma Revolução Colorida, processo que só veio a acontecer em junho de 2013.

À época, a esquerda capitulou ao moralismo pequeno-burguês e não defendeu seus dirigentes como deveria ter feito. Agora é hora de correr atrás do prejuízo e colocar em pauta a auto-defesa dos nossos militantes até as últimas consequências. Vemos no exemplo venezuelano a verdade na fala de Dirceu em entrevista à Monica Bergamo, da Folha de São Paulo, publicada em 20 de abril de 2018:

Toda vez que no Brasil há um crescimento muito grande das forças políticas sociais, populares, de esquerda, nacionalistas, progressistas, democráticas, isso acontece. De 1946 a 1964, o Brasil viveu sob expectativas de golpe contra governos trabalhistas, getulistas. O Juscelino só tomou posse porque o Lott deu o contragolpe.
Só teve a posse do Jango porque Brizola se levantou em armas. Aliás, só derrotamos tentativas de golpe quando a gente tem armas. Estou falando sério.

Publicamos aqui uma saudação calorosa em apoio à nossa Vakinha online para custear a compra de equipamentos para montarmos uma gráfica, enviada à nós pelo companheiro José Dirceu em um evento de Campo Grande (RJ) no mês passado.


Não é a primeira vez que Dirceu nos manda apoio. Em setembro de 2018, em função do anúncio da nossa filiação coletiva ao Partido dos Trabalhadores, Dirceu também foi solidário:


Dirceu também enviou um áudio via Whatsapp nessa noite de quinta informando sobre essa nova batalha que se aproxima:


Novamente, agradecemos seu apoio solidário e respondemos com o mesmo entusiasmo: Dirceu não vai ficar para trás! O editorial Voz Operária RJ e os trabalhadores patriotas de todo o Brasil estão contigo. Seguiremos no combate por sua liberdade, comandante!

Exigimos liberdade para todos os presos políticos e o fim da Lava Jato golpista! Punição para os traidores da Pátria!

Lula Livre, Dirceu Livre! Devolvam nosso país!

Sabia que a partir de 16 centavos ao dia você ajuda a imprensa popular e investiga a se manter? Acesse www.apoia.se/vozoperariarj para saber mais.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s