Embaixada dos EUA em Honduras é incendiada após protestos populares

Na última sexta-feira, dia 31 de maio, protesto em Honduras contra a Ditadura de Juan Orlando Hernández (JOH) conduzido por professores e médicos levaram ao incêndio da Embaixada dos Estados Unidos. As manifestações desde uma semana atrás incluem bloqueios de estradas e greve nacional. Os manifestantes atearam fogo nos principais portões da sede diplomática do governo dos Estados Unidos, a quem eles culpam por manter o JOH ilegítimo no poder, acusado pelo povo hondurenho de ter fraudado as eleições.

Da embaixada dos EUA em Tegucigalpa, capital do país, o almirante Craig Faller, comandante do Exército Sul dos EUA, dita as ordens para os golpistas hondurenhos.

Honduras passa por uma profunda crise econômica, social e política por conta do programa neoliberal que foi aplicado após o golpe militar que derrubou o governo democraticamente eleito de Manuel Zelaya, em 2009. Sendo uma das principais rotas do narcotráfico que vem da Colômbia rumo aos EUA, o país está dominado por narcotraficantes que tomaram o poder do Governo Federal.

85 % dos imigrantes que tentam atravessara a fronteira dos EUA nas caravanas são de Honduras. Com uma população de 9,1 milhões de pessoas, a pobreza atinge 60% dos hondurenhos e 23% das crianças são subnutridas, atingido os 40% em alguns períodos, segundo dados das Nações Unidas.

Um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s