Bolsonaro fará os mais pobres pagarem R$ 68.000,00 a mais para se aposentar.

Bolsonaro tem afirmado que com a mudança de alíquota previdenciária de 8% para 7,5% que os mais pobres pagarão menos, o que caso analisemos os dados é uma mentira absurda, mas a realidade é que cada um dos mais pobres irão pagar cerca de R$ 68.000,00 a mais para se aposentar.

Enquanto o governo faz essas conta informações em partes, o Voz Operária fez um cálculo real sobre a mudança do cálculo simplificado das alíquotas previdenciárias e colocamos a informação de que a realidade é que os mais pobres terão que pagar mais do que pagam hoje para se aposentar, pior ainda coloca as mulheres (que recebem em média cerca de 75% dos valores médios dos homens) a pagarem ainda mais parra se aposentar.

A realidade nua é crua é que Bolsonaro esquece de avisar que com o aumento de 5 anos no tempo de contribuição (TC) previdenciária dois pontos principais foram escondidas pelo governo:

1 – Mesmo com a diminuição do alíquota em 0,5% o aumento de 5 anos de TC faz com que cada homem trabalhador tenha que em tempo de contribuição arrecadar a mais cerca de R$ 2.800,00; enquanto mulheres tenham que arrecadar cerca de R$ 3.150,00.
Para fazer esta conta, colocando como base o salário mínimo atual (R$998,00) é somente partir da premissa de que a arrecadação previdenciária será:

  • Homens Atualmente = 8% (R$ 79,84) x 14 (A alíquota incide sobre os 13 salários mais as férias, somente é isenta no 1/3 de Férias) x 35 (TC mínimo para 100% da média) = R$ 39.121,60
  • Homens Nova Reforma = 7,5% (R$ 79,84) x 14 (A alíquota incide sobre os 13 salários mais as férias, somente é isenta no 1/3 de Férias) x 40 (TC mínimo para 100% da média) = R$ 41.916,00

Homens terão que contribuir com mais R$ 2.794,40

  • Mulheres Atualmente = 8% (R$ 79,84) x 14 (A alíquota incide sobre os 13 salários mais as férias, somente é isenta no 1/3 de Férias) x 30 (TC mínimo para 100% da média) = R$ 33.532,80
  • Mulheres Nova Reforma = 7,5% (R$ 79,84) x 14 (A alíquota incide sobre os 13 salários mais as férias, somente é isenta no 1/3 de Férias) x 35 (TC mínimo para 100% da média) = R$ 36.676,50

Mulheres terão que contribuir com mais R$ 3.143,70

2 – Esses 5 anos de TC a mais vão significar também 5 anos sem recebimento da aposentadoria, logo serão 5 anos SEM RECEBIMENTO de 1 salário mínimo mensal (SM), mais o 13°, o que significa que cada trabalhador mais pobre deixará de recebe um total de R$ 64.870,00. Esse cálculo não é associado ao aumento anual do SM a partir do INPC, se for adicionado esse cálculo um INPC médio de 3% teríamos um cálculo de R$ 74.000,00.

O governo esconde que cada um da população mais pobre terá que arcar com cerca de, no mínimo, R$ 68.000,00

Não a toa todo o processo que iniciou em 2013 seguido pelo golpe que culminou no impeachment contra a presidenta eleita democraticamente Dilma Rousseff, a prisão política do Ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva, os ataques contínuos ao PT e a eleição fraudulenta de Bolsonaro; a política do governo é de atacar os direitos dos trabalhadores e fazer com que a população mais pobre pague para a manutenção de uma política imperialista, antipovo e antinacionalista.

Não podemos deixar que o golpe continue, somente a partir da população em peso nas ruas, na defesa de um governo dos trabalhadores, da destruição do golpe por meio da defesa da indústria nacional, destruída pela Lava-Jato e da libertação imediata de Lula que vamos conseguir avançar.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s