Morales denuncia conspiração na Bolívia

Nessa última terça (15), o presidente do Estado Plurinacional da Bolívia, Evo Morales, veio à público denunciar a tentativa de golpe contra sua candidatura à reeleição. Segundo o Brasil de Fato, o plano envolvia incendiar o palácio presidencial.

O presidente afirma ter gravações que comprovam a conspiração de militares aposentados, que serão entregues aos observadores internacionais que chegarão no país para acompanhar as eleições do país nesse próximo domingo (20).

O país foi ameaçado no início do ano pelo senado dos EUA, que disse que não reconheceria uma nova reeleição do presidente. Dias depois, os proto-golpistas bolivianos enviaram uma carta ao presidente Donald Trump implorando por sanções econômicas para “estrangular” (sic) o país.

A partir disso, os sabotadores iniciaram uma campanha seguindo o receituário das “Revoluções Coloridas”, financiando mentiras e instigando jovens a cometerem crimes contra o país latinoamericano. Publicamos um artigo ao final de setembro explicando o processo, confira:

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s