Petistas apresentam propostas para governo de emergência encabeçado pelo PT

Somente o Partido dos Trabalhadores e as forças nacionalistas, democráticas e populares podem dar uma saída para a crise política, sanitária e econômica que vivemos. Os golpistas de 2016 desmontaram a capacidade de resposta do país diante dos problemas atuais. Diante disso, o Núcleo petista Ninguém Fica Para Trás apresenta Plataforma para salvar vidas e a economia.

Algumas atividades podem parar, outras não; mas em todos os casos, as famílias trabalhadoras devem estar protegidas.

  • Paralisação das atividades não essenciais.
  • Equipamentos de proteção e higienização para todos os trabalhadores essenciais.
  • Proteção e indenização dos trabalhadores essenciais contaminados e suas famílias.
  • Transporte seguro para os trabalhadores essenciais, sem amontoamentos.
  • Proibição das demissões e redução de salários
  • Fortalecer o MPT para que haja fiscalização nos locais de trabalho.
  • Plantão de órgãos de classe, como associações e sindicatos, para atender ocorrências nos locais de trabalho.
  • Garantia do “direito de recusa” dos trabalhadores não essenciais a se exporem ao vírus.

Dinheiro para as cidades, não para os bancos:

. Suplementação urgente do fundo de participação dos municípios para lidar com a crise.
. Acolhimento da população de rua com atendimento médico e alimentação.
. Distribuição urgente de cestas básicas nas comunidades.
. Limpeza e higienização das comunidades.
. Investimento urgente e massivo em saneamento básico e habitação.

Para as famílias poderem se proteger, sua prioridade não deve ser pagar contas, mas se manter em casa,  alimentando-se e se cuidando.  Dinheiro para as famílias, não para os bancos:

  • Renda mínima para as famílias. Aprovação e pagamento urgente.
  • Proibição de cortes e suspensão de serviços (luz, agua, gás, telefone e internet) às residências. Subsídio ao bujão de gás.
  • Proibição do aumento dos preços de alimentos, materiais de higienização e proteção individual e retenção de estoques .
  • Suspensão de todos os impostos e taxas para pessoas com renda inferior a 5 salários mínimos.       
  • Suspensão de prestações de automóveis, imóveis, alugueis durante a pandemia. Proibição de despejos.

Dinheiro para a saúde do povo, não para os que lucram com a doença

  • Aquisição imediata  de testes pelo SUS.
  • Abertura de todos os leitos de planos de saúde ao publico.
  • Investimento urgente e massivo na ciência e pesquisa de vacinas e cura.
  • Reconversão industrial para a produção de testes para o Covid-19, respiradores, máscaras, equipamentos de proteção individual  etc.
  • Revogação de qualquer lei que proíba gastos públicos.
  • Estatização do que for necessário para manter a economia de guerra contra o vírus

O dinheiro existe, tanto nas reservas cambiais deixadas pelo PT, quanto na possibilidade de emissão de moeda com câmbio fixo. Para salvar a economia, é preciso salvar a vida das pessoas. Para salvar a vida do povo é preciso remover qualquer governo que se recuse a aplicar uma plataforma de emergência para combater a pandemia e dar lugar aos legítimos representantes da maioria da população.

Abaixo o golpe! Volta, PT,encabeçando um governo que aplique uma plataforma que salve vidas!

A prioridade de qualquer governo que queira salvar o maior número de vidas possível durante a pandemia é o estímulo ao isolamento social, para redução da curva de contaminação. Mas isto não para salvar vidas.

Sabia que a partir de 16 centavos ao dia você ajuda a imprensa popular e investiga a se manter? Acesse www.apoia.se/vozoperariarj para saber mais.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s