Traficante do Aerococa continua na comitiva de bolsonaro e Recebe todo mês

Em junho do ano passado, em Sevilha, a guarda civil espanhola apreendeu 39kg de cocaína que estava escondida na mala de Manoel Silva Rodrigues. A droga estava na bagagem do sargento que era tripulante do avião oficial da FAB. A aeronave integra a comitiva oficial da presidência da República.

Manoel Silva Rodrigues cumpre pena de 6 anos e multa de 2 milhões de euros por tráfico internacional de drogas .Para o tribunal da Espanha, o sargento alegou que foi sua primeira carga de cocaína. Ele é tripulante do Grupo de Transporte Especial (GTE) da Força Aérea Brasileira (FAB) e traficou na aeronave presidencial a caminho do encontro do G20 em Tóquio.

Enquanto permanece preso na Espanha, flagrado com 39kg de cocaína dentro do avião da comitiva presidencial, Manoel Silva Rodrigues, continua na força aérea brasileira e recebe salário de 7,833 reais mensais . Segundo dados do Portal da Transparência, o sargento está na ativa.

Fonte: Portal da Transparência

O traficante do aerococa permanece no quadro de servidor do comando da aeronáutica, é lotado no grupamento de transporte especial (GTE). O ministério da defesa alega que o sargento cumpre medida administrativa, por isso, não foi excluído.

Fonte: Portal da Transparência

Nos últimos 13 meses recebeu mais de 132 mil reais. Além disso, teve aumento acima do salário mínimo, gozou de férias remuneradas e ainda recebeu gratificação natalina de 7 mil.

Fonte: Portal da Transparência
Fonte: Portal da Transparência

Na época da apreensão, os generais e o próprio “miliciano da República” disseram que o julgamento seria conduzido com maior “transparência”, “célere” e “rigoroso”. Disse o general do GSI, Augusto Heleno ” vamos cortar na própria carne”. O General Mourão chamou o sargento de ” mula qualificada”. O miliciano disse que daria uma “punição exemplar”

O tempo mostrou o contrário, enquanto na Espanha o militar foi julgado e condenado, aqui no Brasil o processo se arrasta por quase 2 anos, o traficante continua ocupando cargo público e recebendo alto salário. Aparenta ser uma espécie de “prêmio” para permanecer calado e assumir, sozinho, a autoria do crime.

Segundo dados do Portal da Transparência, o sargento esteve viajando na aeronave do presidente da República poucos dias antes de ser flagrado com 39kg de cocaína em Sevilha. Os demonstrativos comprovam que o traficante esteve em missão com o presidente e o alto escalão do governo.

Fonte: Portal da Transparência
Fonte: Portal da Transparência
Fonte: Portal da Transparência
Fonte: Portal da Transparência

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s