Fascismo e antipetismo: duas faces da mesma moeda – coluna

O fascismo é um movimento reacionário da pequena burguesia e do lumpemproletariado que é utilizado como bucha de canhão pela grande burguesia quando a democracia burguesa não consegue mais conter o movimento revolucionário dos trabalhadores dentro dos limites da ordem burguesa. Nesse sentido, a própria democracia burguesa é sacrificada para que a burguesia não perca o controle da situação e mantenha sua hegemonia por meio de uma ditadura fascista. 

Para que essa ditadura seja implementada, a burguesia, por ser uma classe social relativamente pequena, tem de buscar o amparo para sustentar sua hegemonia em massas sociais debilitadas e dispersas, mas que de certa maneira, mesmo que debilmente, aglutinem um significativo número de pessoas para serem seus cães de guarda.

Nesse sentido, os cães de guarda, ao sacrificarem a democracia burguesa em uma ofensiva contra os direitos democráticos estabelecidos pela própria revolução burguesa, só lhes resta procurarem atacar as organizações verdadeiramente democráticas, no real sentido da palavra, que são as organizações dos trabalhadores, que são exemplos destas: os sindicatos, os partidos de esquerda, os movimentos de luta pela terra e habitação, etc.

Longe do que é apresentado nas academias, que atribuem a questões meramente estéticas,  a essência do movimento fascista, a compreensão operária e real desse tipo de movimentação, busca observar e se pautar prioritariamente no movimento das classes e dos interesses sociais em questão, que são, antes de tudo, movimentações e interesses materiais, e não questões estéticas e abstratas.

A pequena burguesia em sua oscilação entre as pautas do proletariado e da grande burguesia, em um dado momento de grande depredação de suas condições materiais de vida e pela grande pressão que o capital financeiro exerce através da expropriação das camadas inferiores, passa a ver no proletariado e nos direitos conquistados pelo mesmo, como um empecilho para sua ascensão ao posto de grande burguesia. Já o lumpemproletariado, que também tem suas condições materiais de sobrevivência degradada, pelo fato de ser uma camada social dispersa, desorganizada e com quase nenhuma experiencia política, são facilmente cooptados para a frente fascista.

Dadas essas premissas introdutórias, vamos agora fazer um levantamento cronológico que revelam a sistematização dos ataques fascistas contra a democracia operária no Brasil durante esses anos de estabelecimento do regime golpista e fascista.

“Vamos fuzilar a petralhada” – Jair Bolsonaro, 2018.

– 15/06/2015 – Sede do PT de Jundiaí-SP sofre ataque:

A sede do Diretório Municipal do PT-Jundiaí foi atacada com coquetéis molotov e com pichações fascistas.

– 30/07/2015 – Fascistas atacam o Instituto Lula em São Paulo

A sede do Instituto Lula foi atacada pelos fascistas com bombas.

– 11/12/2015 – Sede do PT em Fortaleza-CE sofre ataque fascista:

A sede do Diretório Municipal do PT de Fortaleza foi alvo de ataques fascistas, que picharam o local e tentaram invadi-lo.

– 16/03/2016 – Sede do PT em Sobral-CE é atacada:

A sede do Diretório Municipal do PT em Sobral foi atacada com pichações e tentativa de invasão. 

– 17/03/2016 – Sede do PT de Ribeirão Preto-SP é alvo dos fascistas:

A sede do Diretório Municipal do PT em Ribeirão Preto sofreu um ataque fascista que jogaram explosivos contra o local.

– 18/03/2016 – Sede do PT em Goiânia-GO é incendiada:

A sede do Diretório Municipal do PT de Goiânia foi alvo de grupo fascista que incendiou o local.

– 19/03/2016 – Sede do PT em Belo Horizonte-MG sofre sequência de ataques fascistas:

A sede do Diretório Municipal do PT de Belo Horizonte sofreu três ataques de grupos fascistas em menos de um mês. Durante as ações, os fascistas tentaram incendiar a biblioteca do partido, destruíram computadores, telefones e a mobília do local. Além de picharem e jogarem lixo.

– 09/04/2016 – Sede do PT em Joinville-SC é atacada por fascistas:

A sede do Diretório Municipal do PT em Joinville foi alvo de atentado fascista, que atiraram pedras e picharam o local. Dois militantes do PT foram agredidos no local.

– 04/2016 – Sede do PT no Paraná é atacada:

A sede do Diretório Estadual do PT em Curitiba-PR foi atacada com coquetéis molotov.

– 30/06/2016 – Sede do PT em São Paulo é atacada por fascista:

Por duas vezes no mesmo dia (na madrugada e durante a tarde), sob proteção da polícia militar e do governo fascista de Geraldo Alckmin, um quadro fascista atacou a sede do PT em São Paulo. Na primeira tentativa vidros foram quebrados e o fascista tentou invadir a sede com um pé de cabra. Na segunda vez, após ter sido solto pela PM que o fez apenas para protege-lo dos militantes petistas, jogou uma bomba na sede e por sorte a bomba não explodiu.

– 08/2016 – Sede do PT no Paraná sofre série de ataques:

Esse foi o começo de inúmeros episódios de ataques fascistas contra o PT no Paraná e na capital Curitiba. A sede do PT foi invadida e os funcionários que estavam no local foram roubados.

– 25/05/2017 – Sede do PT no Paraná é vítima de atentado:

Os fascistas atacaram a sede do Diretório Estadual do PT em Curitiba com coquetéis molotov durante a madrugada.

– 26/01/2018 – Sede do PT de Mogi Mirim-SP é alvo dos nazistas:

A sede do Diretório Municipal do PT de Mogi Mirim foi atacada por um grupo nazista com pichações.

– 27/03/2018 – Caravana Lula pelo Brasil é alvo de tiros no Paraná:

Os ônibus da Caravana Lula pelo Brasil foram atacados com tiros e com ganchos de metal na pista para furar os pneus dos ônibus e causar acidente. A ação foi uma clara tentativa de assassinar o Presidente Lula, que em época estava como primeiro colocado em todas as pesquisas eleitorais e seria eleito Presidente no primeiro turno derrotando todos os candidatos golpistas.

– 28/04/2018: Fascistas atiram contra o Acampamento Marisa Letícia:

Durante a madrugada do dia 28 um grupo fascista após ameaçarem os militantes do Acampamento Marisa Letícia e da Vigília Lula Livre em Curitiba-PR, os mesmos efetuaram disparos contra o acampamento e acertaram dois militantes que estavam no local.

– 04/05/2018 – Delegado da Polícia Federal ataca Vigília Lula Livre:

Durante um ato realizado pela Vigília Lula Livre em Curitiba-PR, o Delegado da Polícia Federal, Gastão Schefer Neto, atacou o ato e destruiu os equipamentos utilizados pela Vigília Lula Livre.

– 04/10/2018 – Sede do PT em Porto Alegre-RS sofre ataque fascista:

Os fascistas atacaram a sede do PT na capital do Rio Grande do Sul, rasgando a fachada e tentando invadir o local.

– 27/06/2020 – Sede do PT na Praia Grande-SP sofre ataque fascista:

A sede do Diretório Municipal do PT na Praia Grande foi vítima de um ataque fascista que invadiu a sede e roubou diversos equipamentos do partido.

– 28/06/2020 – Presidenta do PT de Nuporanga-SP sofre atentado:

A Presidenta do Diretório Municipal do PT de Nuporanga, Mariene Guioto, foi vítima de um atentado fascista. Os fascistas que tiveram apoio direto da Polícia Militar de João Dória (PSDB-SP), contando com o apoio de uma viatura para realizar o atendado. Eles invadiram a casa de Mariene e tacaram bombas no local.

– 01/07/2020 – Sede do PT em Goiânia-GO sofre novo atentado fascista:

Novamente a sede do Diretório Municipal do PT em Goiânia foi alvo dos fascistas, que tentaram incendiar o local.

Obs.: As colunas não representam necessariamente os posicionamentos políticos do Editorial do Jornal Voz Operária. O Jornal está aberto as manifestações sinceras dos revolucionários no Brasil. Entre em contato para abrir uma coluna.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s