Brasil é governado por militares covardes e traidores

A Advocacia-Geral da União, AGU, enviou no dia 20 de junho, parecer ao Supremo Tribunal Federal, STF, onde solicitou que sejam julgadas por Tribunais Militares qualquer pessoa que criticar as instituições militares. A AGU contestou a ação judicial aberta pela Associação Brasileira de Imprensa, ABI, que reivindicou à liberdade de expressão e ao direito à informação assegurando que todos aqueles que publicam as matérias jornalísticas críticas aos militares tenham seu direito garantido.

O pedido da ABI complementa à ação impetrada pelo PSB, ADPF 799, que maquia a Lei de Segurança Nacional, instrumento que criminaliza à crítica a Ditadura Militar de 1964 e ao golpe de Estado de 2016.

A ADPF 799, aumenta o punitivismo e fortalece a lei da fake newns, onde cria dispositivos para punir jornalistas e cidadãos que divulguem notícias “supostamente falsas” contra militares. De uma maneira ou de outra, a Ditadura avança contra o direito da população se manifestar e opinar contra os governantes incompetentes e traidores da pátria.

Os militares nunca suportaram receber nenhuma critica, porém a todo o momento estão ameaçando e massacrando a população brasileira. Recentemente, o Presidente do Tribunal Militar, o general Carlos Gomes Mattos, o mesmo que quer tomar para si o direito de julgar críticos aos militares, fez uma ameaça deflexiva, dizendo que: “o povo tem que aprender a votar”, que o miliciano é um democrata, em outras palavras: ao mesmo tempo que mantém essa farsa da democracia, ameaça o povo brasileiro de golpe militar se votarem no Lula em 2022.

Desde a explosão da revolta popular no Chile, em outubro de 2019, onde o povo daquela nação se sublevou contra os mais de 40 anos de neoliberalismo aplicado pelo imperialismo estadunidense, que os soldados do império dentro do Brasil ameaçam com um golpe militar.

Porém, o fato é que cada vez que esse governo da Ditadura Militar adota uma medida anti soberania é um golpe. Destruir o programa aeroespacial, permitir a morte de meio milhão de brasileiros ou aumentar o preço da cesta básica para a população morrer de fome também é parte do golpe de Estado de 2016. Na realidade, essas ameaças de golpe militar são um blefe, que só engana a esquerda.

O jogo da farsa democrática mantém o golpe de Estado de 2016 desde o início. Se não fosse assim, os golpistas não teriam feito um processo de impechment fraudulento e aplicado perseguição política contra o Lula para fraudar o resultado das eleições de 2018. Abrir mão da farsa democrática expõem toda operação golpista e intensifica os conflitos entre os golpistas e o povo brasileiro, tornando mais difícil a manutenção dos militares no poder.

O golpe militar que a todo o momento o Alto Comando e membros do governo ameaçam que vão dar chamaria atenção do mundo, levando as populações de outros países a conectar o golpe daqui com os Estados Unidos. Considerando que os EUA estão em uma profunda crise interna, envolver o Departamento de Estado dos EUA com um golpe no Brasil resultaria num alto custo político que nenhum governo estadunidense está disposto a assumir. Se não fosse assim, na véspera das Eleições Trump não teria se afastado de Bolsonaro, e nem o Biden utilizaria o miliciano para atacar seu adversário.

Quando os militares ameaçam com golpe, devemos forçar que eles rompam com a farsa democrática que os sustentam no poder. A pressão popular força eles a aumentarem a repressão. Pois a perseguição política é a única maneira de prolongar, artificialmente, a permanência no poder. Porque ser pacífico ou cair no jogo cínico dos militares para ludibriar uma força que eles não tem só leva o povo brasileiro ao extermínio.

O golpe militar de 2016 desengatou um processo irreversível de desmonte da soberania nacional. As crises geradas pelo golpe aqui tem criado o pretexto para ocorrer uma intervenção do imperialismo no Brasil. Não seria a primeira vez na história que o Imperialismo remove ditaduras, que eles mesmo puseram no poder, para manter a dominação colonial. Infelizmente, o imperialismo ainda se fazem de heróis, a esquerda vai receber eles como heróis salvadores da humanidade.

Esses militares serão removidos do poder uma hora ou outra, seja pela rebelião popular ou pela intervenção do imperialismo, pois o imperialismo também não pode assumir o risco de ter um governo nacionalista no Brasil. A manutenção dos militares no poder aqui fortalecem a tendência da população entrar em conflito com os golpistas que assaltaram o poder para destruir o país.

Sabia que a partir de 16 centavos ao dia você ajuda a imprensa popular e investiga a se manter? Acesse www.apoia.se/vozoperariarj para saber mais.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s