Esquerda lavajatista e socialista lança candidatos sem denunciar o golpe de 2016

No último final de semana, o Partido Comunista Brasileiro (Partido fundado em 1992) e o PSTU lançam candidaturas. Segundo eles, nessas eleições de 2022, buscam “fomenta um caminho independente do Lulismo e do Bolsonarismo”.

Todos os partidos políticos de esquerda estão à 6 anos tentando criar esse “caminho alternativo” e apenas geraram tentativas fracassadas. E a lista de derrotas é larga. Para começar: “Diretas Já”, “Fique em Casa”, “Fora Bolsonaro”, e não podia faltar o “nem nem”, ou seja, nem Bolsonaro nem Lula. Tudo isso para não fazer greve geral e mobilizações reais com a classe trabalhadora.

Esses partidos estão a todo momento tentando negar a luta de classes no Brasil. Criam um terceiro cenário fictício, onde o Brasil está fora do capitalismo mundial. Dizer que a esquerda brasileira seria uma alternativa ao capitalismo é falso. Até porque, se estamos mal com a influencia norte-americana, muito pior estaríamos a extrema-esquerda. Não só teríamos a politica neoliberal e colonial dos EUA, mas também uma inquisição identitária e a fragmentação do Brasil.

Basta fazer uma pesquisa rápida em seus sites para constatar que o PCB e o PSTU não lutaram contra o golpe de Estado de 2016, pelo contrário, o apoiaram. Derrubar a presidente Dilma não era em si o único motivo para os Estados Unidos dar o golpe, mas foi o que permitiu o desmembramento da Constituição de 1988, o aumento da fome, as reformas trabalhista e da previdência, a PEC do teto dos gastos e os precatórios.

A extrema esquerda em seus manifestos falam da falta de coragem de lutar pelo socialismo no Brasil, mas não tem essa mesma dedicação de lutar contra o golpe de Estado e suas consequências. Nem mesmo se preocupam em lutar para ter um país, antes de tudo.

A esquerda não pode falar de “unidade”, porque desde 2002, a autodeclarada “oposição de esquerda” ao PT já racharam inumeráveis movimentos. Encabeçam a lista de rachas: divisões na UNE, CUT e Frente Brasil Popular. Essa esquerda é incapaz de fazer uma autocritica para entender seus rachas e sua marginalidade política no cenário político eleitoral.

Pelo incrível que pareça, para eles a Lava-Jato, operação do FBI responsável pela diminuição do nosso PIB, deveria ser apoiada. Eles negaram o golpe, dizendo que se tratava de “uma chantagem e conspiração petista para apoiar o ajuste fiscal”. Nesse sentido, PSTU e PCB se igualam à direita. Tentam uma terceira via para destruir o capitalismo, mas já chegaram tarde porque a Lava-Jato já destruiu a economia nacional. Eles culpam o Bolsonaro por todos os males, mas esqueceram que quem é foi negligente com o golpe também tem suas mãos sujas de sangue.

Além disso, as candidaturas de brinquedo do PSTU e PCB servem para referendando a farsa democrática que sustenta a Ditadura Militar. Já que não faz nenhum sentido lançar uma candidatura que não é para lutar contra o golpe de Estado de 2016.

Esses esquerdistas conseguiram a proeza de lançar candidaturas sem falar da defesa da soberania nacional ou denunciar a Lava-Jato. Eles também ignoraram a revolta popular no Chile, mostrando que a rebelião popular contra o golpe não é um caminho para essa gente. Encaram essas eleições como eleições normais e chegam a comparar o momento atual com situações antes do golpe.

O PCB denuncia a conciliação dizendo que o PT está se aliando com aos golpistas, porém esqueceram de dizer que eles também fizeram aliança com os golpistas da Força Sindical durante muitos anos no Sindicato da Construção Civil. Sem contar o PSTU, que suas ligações com a Força não são nenhuma novidade no movimento sindical. Para eles conciliação é errado só quando são os outros, quando são eles é puro manejo tático.

Além disso, é notório a total desorientação política do PCB quando em nota eles tem a sandice de afirmar que: “Está se encerrando um longo período de dominação dos EUA no mundo.”. Em que caverna essa gente estava metida para não ter visto o golpe que os Estados Unidos deram no Brasil? A dominação colonial de Washington no Brasil vai muito bem, obrigado. Vai tão bem que nenhuma candidatura, inclusive do Presidente Lula, é incapaz de dizer que vai restituir o patrimônio roubado pelos EUA no golpe de Estado de 2016.

Sabia que a partir de 16 centavos ao dia você ajuda a imprensa popular e investiga a se manter? Acesse www.apoia.se/vozoperariarj para saber mais.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s