INFORME SOBRE A SITUAÇÃO DA GUERRA NA UCRÂNIA

ESTADOS UNIDOS CRIAM MAIS NOTÍCIAS FALSA SOBRE EXPLOSÃO EM USINA NUCLEAR

Após 9 dias da Operação Militar Especial russa no território da Ucrânia, as Forças Armadas da Federação Russa, assumiram nesta sexta-feira, dia 04 de março, o controle da usina nuclear de Zaporizhia, que é a maior instalação do gênero na Europa.

O Ministério da Defesa da Rússia denunciou que um grupo de sabotadores neonazistas tentaram iniciar um incêndio na Usina nuclear de Zaporizhia. Ucrânia, sob orientação dos Estados Unidos, tenta realizar uma provocação nuclear para culpar a Rússia.

Sem nenhuma prova, governos e a imprensa dos Estados Unidos acusaram o governo Putin de bombardear a usina nuclear, que já estava ocupada pelos russos desde o dia 26 de fevereiro. Entretanto, a mentira se desfez quando foi confirmado que houve apenas um combate com armas leves nas mediações da usina e que os provocadores foram neutralizados.

Pela manhã, os bombeiros conseguiram sufocar o fogo e “não houve mudanças nos níveis de radiação”, segundo a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA). A usina segue operando normalmente.

RESISTÊNCIA UCRANIANA É APENAS PROPAGANDA NORTE-AMERICANA

A Rússia denunciou a decisão da Ucrânia de distribuir armas indiscriminadamente e alertou que Kiev perdeu quase completamente o controle sobre suas regiões. Segundo o Exército russo, embora a propaganda da mídia norte-americana tente criar uma situação de ficção sobre resistência ucraniana, na realidade são nazistas, mercenários, terroristas, além de criminosos que o Regime de Kiev enviou para as ruas para lutar contra os Russos.

De acordo com o Ministério da Defesa russo e autoridades locais em Kharkiv, a segunda maior cidade da Ucrânia, temem grupos neonazistas que impedem a saída de civis da cidade e atacam os corredores humanitários. Rússia relatou que a falta de controle de Kiev é tão grande que seus grupos neonazistas estão atacando os próprios comboios militares ucranianos para roubar armas e outros pertences.

A maioria das cidades e províncias estão controladas pelos batalhões nazistas. Kharkov, Mariúpol e outras cidades estão próximos a uma catástrofe humanitária, pois os batalhões nazistas mantem a população civil como refém. Cerca de 7 mil cidadão estrangeiros estão detidos em cidades ucranianas como reféns. Atos de racismo se espalham pelo país, uma residência com estudantes indianos foi atacada por neonazistas ucranianos, 5 jovens feridos e 11 estão desaparecidos.

DESMILITARIZAÇÃO E DESNAZIFICAÇÃO DA UCRÂNIA CONTINUA

Os russos reportam que mais de 1.812 instalações militares ucranianas foram totalmente destruídas, 635 tanques, 62 aeronaves, 54 drones, 59 estações de radar, 56 sistemas de mísseis antiaéreos S-300, Buk M-1, 64 lançadores múltiplos de foguetes, 252 canhões de artilharia e 442 itens de equipamento militar especial.

RÚSSIA DESMENTE O USO DE BOMBAS TERMOBÁRICAS NA GUERRA DA UCRÂNIA

A embaixadora dos Estados Unidos na Ucrânia, acusou a Rússia no Congresso norte-americano de ter usado bombas termobáricas. Entretanto, o Pentágono disse que não era possível confirmar que a Rússia havia usado tais armas. Os russos também negaram a informação da embaixadora norte-americana.

SENADOR NORTE AMERICANO RECOMENTA ASSASSINAR PUTIN

Em entrevista ao canal norte-americano Fox News, o senador norte-americano, Lindsey Graham recomendou o assassinato do presidente russo Vladimir Putin. : “Como [esta guerra] termina? Quando alguém na Rússia se aproxima e atirar nele [aludindo a Putin]”, disse o republicano.

Os comentários do senador norte-americano provocaram uma reação da embaixada russa nos Estados Unidos. “Condenamos fortemente o pedido da senadora Lindsey Graham e pedimos uma explicação formal de Washington”, denunciou.

PLATO DA NATO BUSCAVA UM ENFRENTAMENTO DIRETO CONTRA RÚSSIA

O ex-Primeiro-Ministro da Ucrânia, Mykola Azarov, afirmou que a Ucrânia, com apoio da NATO, planeja atacar a Rússia e usaria armas nucleares. O político ucraniano contou detalhes do plano militar norte-americano, e que um mapa com o posicionamento de tropas da NATO foi interceptado por Moscou, e que isso fez com que Moscou se defendesse.

Desde dezembro de 2021, a Rússia tem interceptado dados da NATO, com o plano de instalar uma brigada aérea com capacidade nuclear na Ucrânia. A Ditadura de Kiev primeiro iria bombardear as Repúblicas do Donbass e iria promover uma ofensiva, fato que realmente aconteceu, enquanto isso, militares norte-americanos e poloneses atacariam pelo norte, bloqueando as tropas russas em Kaliningrado. Na véspera da Operação Especial da Rússia realmente tropas norte-americanas foram movimentadas para a Polônia. Mais tarde, com respaldo do Conselho de Segurança da ONU, Estados Unidos planejava fazer um ataque contra a Rússia em grande escala, que incluiria o uso de um ataque nuclear preventivo.

Lembrando que na véspera da Operação Especial, Putin explicou que a Rússia não cometeria o mesmo erro da Segunda Guerra Mundial, quando fontes de inteligência indicavam um ataque iminente contra a Rússia e as autoridades da época não fizeram o suficiente para se preparar. Dias depois, Lavrov, também citou que Rússia conhecia planos militares do Pentágono e que um ataque militar preventivo estava sendo considerado por Washington.

Para completar a narrativa, semanas antes, EUA recuperaram vídeos antigos e casos do atentado do 11 de setembro, preparando a opinião pública dos EUA para um evento de bandeira falsa.

CENSURA IMPOSTA PELOS EUA. SITES RUSSOS FORA DO AR NO BRASIL

A guerra de propaganda continua. Os Estados Unidos se esforçam em bloquear qualquer trabalho jornalístico que tente trazer informações reais do conflito. Nessa sexta-feira, os sites das empresas de comunicação russa tais como, RT, Sputnik, Zvezda, RIA Novosti e outros, ficaram fora do ar. O governo brasileiro manifestou neutralidade no conflito e aparentemente os sites estão fora do ar por um ataque DDoS.

FACEBOOK E TWITTER BLOQUEADOS NA RÚSSIA POR DIVULGAR PROPAGANDA CONTRA O ESTADO

O Serviço Federal de Supervisão de Telecomunicações da Rússia, anunciou que bloqueia o acesso ao Facebook e twitter, em seu território. Desde o início da Operação Especial da Rússia, as redes sociais norte-americanas vem permitindo apologia ao nazismo desde que sejam destinadas a combater a Rússia. Além disso, inúmeros casos de “fake news” tem sido registrados para desmoralizar o governo Putin, as Forças Armadas e o país. Essas ações dos norte-americanos tentam desestabilizar o Estado Russo nesse momento de guerra.

CHINA DIZ QUE EUA ESTA USANDO GUERRA NA UCRÂNIA PARA SE BENEFICIAR E ATACAR PEQUIM

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Wang Wenbin, respondeu às acusações dos EUA: “Ultimamente, os EUA estão espalhando informações falsas e usando a questão da Ucrânia para difamar e desacreditar a China”, disse, “Este método de espalhar rumores para fugir à sua própria responsabilidade é muito hipócrita e desprezível”, salientou o diplomata, acrescentando que a divulgação de tal informação “expõe a verdadeira intenção dos Estados Unidos de aproveitar-se da crise para obter benefícios”.

LIDER HUNGARO DIZ QUE NATO NUNCA DEFENDERIA SEU PAÍS

O primeiro-ministro da Hungria, Víktor Orbán, considera que a NATO não defenderia o seu país em caso de guerra e que quem pensa o contrário “está errado”. “Qualquer um que pense que a NATO nos defenderá está errado”.

Hungria, país membro da NATO, já havia negado que enviaria tropas ou armas para Ucrânia, como também proibiu o uso de seu espaço aéreo e a passagem de armas e mercenários para lutarem contra a Rússia. Hungria qualificou que a guerra econômica contra a Rússia como uma “faca de dois gumes” e que logo os europeus vão pagar o preço.

NATO SE NEGA A CRIAR ZONA DE EXCLUSÃO AÉREA SOBRE UCRÂNIA

A NATO declarou hoje que não vai fechar o espaço aéreo da Ucrânia. A negativa veio após a solicitação feita pela marionete de Washington, Zelensky, que pediu a criação da zona de exclusão aérea. Em seu discurso de resposta, o Regime de Kiev disse que os mortos da Ucrânia são responsabilidade da NATO.

Sabia que a partir de 16 centavos ao dia você ajuda a imprensa popular e investiga a se manter? Acesse www.apoia.se/vozoperariarj para saber mais.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s