O que aconteceu em Bucha? Mais um false flag dos EUA para culpar a Rússia

No último domingo, dia 03 de abril, Estados Unidos e União Europeia denunciam com base em falsas alegações da Ucrânia de que as forças russas mataram cerca de 300 pessoas em Bucha, cidade próxima à Kiev.

As imagens de corpos caídos nas ruas de Bucha, alguns com as mãos e pés amarradas com fitas brancas, foram divulgadas no sábado e domingo. Segundo Moscou, os corpos das vítimas apresentam sinais recentes de execução, não tem as manchas características dos cadáveres e sangue não coagulado nas feridas. Nesse sentido, o Ministério da Defesa russo destacou que tais imagens e vídeos são mais uma encenação do governo ucraniano para a mídia ocidental. Coisa parecida ocorreu no suposto bombardeio à maternidade de Mariupol, onde apareceu uma gravida ferida, e que posteriormente se provou que se tratou de um false flag.

O Exército Russo já havia deixado Ducha no dia 30 de março, o ministério russo observou que um dia depois que as tropas russas deixaram Bucha, o prefeito da cidade, Anatoli Fedoruk, confirmou em 31 de março que nenhum militar russo permaneceu na cidade, e nem mencionou nenhum massacre com residente local com as mãos amarradas ou baleado nas ruas. Ao contrário, o prefeito se mostrava muito alegre pela saída dos russos, na típica encenação histérica da “resistência ucraniana” que não existe.

Além disso, Moscou indicou que é “preocupante” que, após pelo menos quatro dias depois de sua retirada da cidade, apareçam sinais de um suposto massacre na localidade. Os corpos foram encontrados pelas milicias nazistas ucranianas, dando pistas do envolvimento das mesmas no episódio. O embaixador da Rússia na ONU, Dmitri Polianski disse: “Gostaria de confirmar com total responsabilidade que, enquanto esta cidade estava sob o controle das Forças Armadas russas, nenhum civil sofreu atos de violência”, disse o diplomata russo. Ele também censura Kiev por incriminar Moscou por suas próprias atrocidades, enquanto denuncia as tentativas dos EUA de esconder os crimes da Ucrânia. “EUA esconde deliberadamente que logo após a retirada das tropas russas, a cidade de Bucha sofreu um ataque de artilharia das Forças Armadas da Ucrânia”, sublinhou o embaixador russo.

Durante todo o tempo em que Bucha permaneceu sob controle russo, os moradores circularam livremente pela cidade e tiveram a oportunidade de sair livremente em direção ao norte, inclusive para a Bielorrússia, e nenhuma pessoa foi vítima de ações violentas das forças russas, assegurou o entidade militar russa. Inclusive foi montado um corredor humanitário na cidade e a cidade recebeu ajuda humanitária.

O diplomata disse que: “os EUA ajudam a Ucrânia em laboratórios de armas biológicas, a Rússia vê isso muito claramente”. Nesse contexto, Polianski, anunciou no mesmo dia que Moscou exigia uma reunião urgente do Conselho de Segurança para esta segunda-feira sobre as “provocações flagrante delito de nazistas ucranianos” em Bucha.

Moscou assegurou que não há ameaça à população civil, uma vez que visa apenas a infraestrutura militar do país vizinho. Os russos tem alertado repetidamente sobre os planos de Kiev de realizar operações de bandeira falsa para culpar a Rússia. Não é a primeira vez que esses casos de bandeira falsa ocorrem nas guerras promovidas pelos Estados Unidos, há precedentes recentes dessas praticas na Síria e na Líbia. Além disso, Moscou confirma que os mesmos instrutores militares da NATO que treinaram os Capacetes Brancos na Síria, estão instruindo os nazistas ucranianos.

Tudo isso ocorre em menos de uma semana após a Ucrania aceitar os termos de rendição à Rússia. Aparentemente, a NATO busca uma desculpa para justificar uma intervenção de algum de seus membros (no caso a Polônia e os países bálticos) na Ucrania e atrapalhar as negociações de paz. Washington se interessa que o conflito não tenha fim.

Sabia que a partir de 16 centavos ao dia você ajuda a imprensa popular e investiga a se manter? Acesse www.apoia.se/vozoperariarj para saber mais.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s