Protesto na Escócia contra família real e sua ligação com caso do pedófilo Epstein

Nessa segunda-feira, dia 12 de setembro, na Cidade de Edimburgo (Capital da Escócia), um jovem de 22 anos foi visto preso e jogado no chão pela polícia em Edimburgo, depois de ter incomodado o filho da rainha Elizabeth II, príncipe Andrew, durante o cortejo fúnebre público da rainha.

O vídeo capturado no local mostra o jovem chamando Andrew de “velho doente” – uma provável referência ao envolvimento de Andrew no escândalo de abuso sexual e pedofilia no caso de Jeffrey Epstein.

O nome Andrew apareceu ao lado do réu por tráfico de crianças, Jeffrey Epstein. O palácio negou as acusações, mas com o tempo e o escândalo acabou afastando o duque dos atos oficiais.

Virginia Giuffre, que tinha 17 anos na época, que alega ter sido forçada a fazer sexo com o príncipe em três ocasiões, após contato mediado por Epstein, que cometeu suicídio na prisão enquanto aguardava julgamento por articular uma rede de crimes sexuais e pedofilia. Para por fim ao processo, a família real chegou à um acordo judicial com a jovem e pagou milhões de dólares.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s