Os rumos da política genocida de Witzel

O discurso reacionário e anticientífico do genocida Witzel faz ressuscitar o fantasma do que há de mais desprezível na direita brasileira: a eugenia.

Continue lendo

A dialética da polarização e as eleições cariocas ao governo do estado em 2018

No presente artigo usamos os mesmos parâmetros, colocando uma lupa sobre como, a partir dos resultados eleitorais, se apresentou a polarização no Rio de Janeiro, inclusive pela forma que deixou de se expressar, resgatando aqui a dinâmica política que já existia no Rio e que, nestas eleições, foram determinantes – por inércia – para que a polarização não fosse aproveitada a nosso favor.